Uruguai – Punta del Este

Olá, meus amores. Tudo bem com vocês?

Sentiram a minha falta? Eu morri de saudades de vocês! Mas juro que eu sumi por uma boa causa: fui coletar material inédito do SIS, especialmente para você!!

Eu, Ale, sua SISter de Passagem, tive a honra de ir para o Uruguai, para a França e para a Inglaterra, então vou passar as próximas 3 semanas contando um pouco sobre esses lugares para vocês.

Sim, a estrutura do post vai seguir a linha “indicações”, então vou falar menos sobre caridade nesse período, ok?

Atenção senhores passageiros: durante a decolagem, o encosto de sua poltrona deve ser mantido na posição vertical, sua mesinha deve estar fechada e travada e os cintos de segurança devem permanecer afivelados

Punta del Este

Fui para o Uruguai para comparecer ao I CONGRESSO INTERNACIONAL ABRAJET, promovido pela Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo – ABRAJET Nacional, que ocorreu em Punta Del Este, no Uruguai, dos dias 10 a 15 de abril.

A ABRAJET Nacional conta com a querida Miriam Petrone como Presidente, uma pessoa muito dedicada ao que faz e, graças a ela, com o suporte da CIPETUR – Círculo de Periodistas de Turismo del Uruguay e do Tio Tom Arenas, hotel que disponibilizou suas instalações para nos receber, este Congresso foi um grande sucesso.

Moeda

Antes de embarcar no avião para o Uruguai, não se esqueça de passar em uma casa de câmbio e trocar o seu dinheiro para Peso Uruguayo, pois, oficialmente, essa é a única moeda aceita na cidade.

Um Real equivale a, aproximadamente, 8 Pesos Uruguayos (1 BRL = 8,09 UYU).

Um Dólar equivale a quase 29 Pesos Uruguayos (1 USD = 28,90 UYU)

O fluxo de turistas brasileiros em Punta del Este é tão grande que os comerciantes normalmente já falam o preço do produto em Real!

Procure saber o preço também em Pesos, assim você poderá usar sua calculadora mental (ou a do celular mesmo…) e dividir o valor por 8 para ver se é compatível ao que o comerciante está dizendo e, não menos importante, comparar com os preços que temos no Brasil. (Se a sua moeda referência for o Dólar, basta dividir o valor por 28)

Telefone

Eu sou compulsiva pelo meu celular e preciso de Wi-Fi e Internet Móvel sempre, pois trabalho com isso 24h por dia. Mas os planos das operadoras brasileiras não costumam compensar muito para mim (quantidade de dias/quantidade de destinos/limite da franquia…).

Dica da SIS: Recomendo que você desembarque em Montevidéu, pois o trajeto para Punta del Este é super rápido e o aeroporto de lá é maior e melhor. Ao passar pela alfândega, assim que passar pelo Raio X e chegar no saguão principal do aeroporto, procure pela Antel e peça por um chip para o seu celular!

Um chip com 3 gigas de internet e com duração para 7 dias custa 215 Pesos Uruguayos (aproximadamente R$ 27,00)!

Antel é uma operadora de telefonia local e achei que eles foram super confiáveis. Passamos por uma tormenta (uma tempestade muito, muito, muito forte) e o sinal não falhou em momento algum.

Educação

Ao desembarcar no aeroporto de Montevidéu, já sentimos um impacto! Os uruguaios podem parecer levemente “grossos” no início, mas é preciso entender que a cultura deles é diferente da nossa: eles levam as coisas mais ao pé da letra que nós, a entonação da frase pode mudar todo o seu contexto e eles exigem o mínimo da educação dos outros.

Dica da SIS: aprenda sempre a falar “com licença”, “por favor”, “obrigada”, “desculpe”, “bom dia”, “boa tarde” e “boa noite” no idioma local. Isso vai facilitar muita coisa na sua vida de turista e, mais ainda, na sua vida como ser humano, pois educação conquista o mundo!

Se você não souber falar espanhol, não se preocupe! Tente aprender essas palavrinhas mágicas e use e abuse do nosso tão amado portunhol.

Para muitos gringos, o que vale é ver que tentamos valorizar a cultura (história e idioma) deles. Com educação, calma e aquela mímica básica, todo mundo se entende.

Alimentação

Se dentro do próprio Brasil a alimentação já varia de região para região, imagine de um país para o outro.

A comida no Uruguai é gostosa e bem feitinha, mas eles não usam sal e açúcar como nós, então não estranhe se seu prato vier sem sal e a sobremesa não estiver tão doce. A alimentação lá é mais natural e eles evitam pratos muito salgados ou muito doces.

Prepare o bolso, pois a comida lá não é muito barata! Refrigerante, então…compensa muito mais você tomar um vinho do que um refrigerante (a diferença é de aproximadamente R$10,00 dependendo do local).

Uma garrafa de Coca-Cola, daquelas clássicas de vidro, custa 150 Pesos (R$ 18,75)!!! Uma garrafa individual de vinho local custa, aproximadamente, 250 Pesos (R$ 31,25).

Ao contrário do Brasil, às vezes compensa você pedir o cardápio turístico! Eu fui num café chamado News Café e pedi o Menu Turístico que saía por 650 Pesos (R$ 81,25) a entrada, o prato principal e a sobremesa, tudo numa quantidade super bem servida e com opções para todos os gostos.

É sulista e gosta de chimarrão? Pois saiba que os uruguaios também!

Na Fundación Pablo Atchugarry (vou falar ali embaixo), eu tive a oportunidade de ver o quanto os uruguaios valorizam essa bebida: os funcionários estavam sempre com o seu chimarrão por perto (lá eles chamam de “mate”).

O motorista do ônibus turístico, que nos levou para conhecer Punta e Piriápolis, estava me mostrando que ele anda com o mate dele, dentro de uma mochila térmica e embaixo do banco em que ele fica, para todo lugar, pois é algo fundamental para ele.

Onde se hospedar

Quando o tema é Punta del Este, todo mundo pensa direto no Conrad Resort & Casino (atual Enjoy Punta del Este Resort & Casino), mas ele nem sempre é uma opção economicamente viável…o que não significa que você precise sacrificar o conforto da sua viagem!

Tive a oportunidade de conhecer o Bebek Bed & Breakfast, um lugar aconchegante, com um toque de conto-de-fadas, super bem localizado e com custo-benefício inquestionável.

Os proprietários do Bebek são pessoas extremamente queridas, que agem como verdadeiros anfitriões e se preocupam de verdade com o conforto dos hóspedes.

Não se trata de um hotel, então não espere aquela estrutura hoteleira de “recepcionista, camareira, carregador de bagagem, etc…”. É um Bed & Breakfast, cuidado pessoalmente pelos donos, Maria Gloria e Alberto, que preparam tudo, contando apenas com a ajuda de uma pessoa, e que fazem questão de proporcionar uma estadia digna de hotel 5 estrelas, mesmo sem toda aquela estrutura gigantesca e mão de obra disponível, típica de hotéis.

Vá por mim: não é porque a estrutura não é hoteleira que eles deixam a desejar. Aliás, posso dizer, por experiência própria, que a qualidade do serviço deles supera muito hotel grande e conhecido pelo mundo.

Localizado na Playa Brava (praia em que fica o monumento “La Mano”), a poucos metros de distância do calçadão (Rambla), o Bebek B&B conta com:

  • quarto triplo ou quádruplo, espaçoso e temático (Paris e New York);
  • Wi-Fi gratuito;
  • TV a cabo
  • Armário;
  • Frigobar;
  • Repelente (afinal, estamos na praia, né?)
  • Ar condicionado
  • Banheiro;
  • Secador.

Nele você terá tudo que precisa para uma boa noite de sono e para dar aquela renovada de energia para continuar o passeio, inclusive o café da manhã, que é fundamental em toda viagem.

E a comida…ah, a comida…! Eu como pouco, mas abusei da comida deles! Aquela típica comida caseira e preparada com muito amor e carinho pelos proprietários. Vale muito a pena! Eu estava tão feliz no meu “momento gordinha”, que nem lembrei de tirar foto da comida maravilhosa que eles prepararam para nós. Só tirei foto do antes e depois do queijo preparado na Provolonera, uma forma, típica da região, utilizada para preparar queijos no forno.

Se interessou pelo Bebek? Faça sua reserva pelo Airbnb, pelo Booking ou pelo próprio site deles e tenha uma experiência incrível em Punta del Este.

Além do Bebek, conheci o Tio Tom Arenas, um hotel com clima paradisíaco e instalações dignas de resort.

Os funcionários do Tio Tom são super queridos também, estão sempre com um sorriso no rosto e dispostos a ajudar.

Por ser um hotel, eles já possuem uma estrutura com recepcionistas, camareiras, garçonetes e etc.

Se você procura um lugar mais reservado, eu recomendo que você experimente esse hotel. A paisagem de lá é maravilhosa.

Pertinho da praia do Chihuahua (uma praia “naturista“…), lá você contará com;

  • 60 quartos;
  • TV;
  • Frigobar;
  • Ar condicionado;
  • Banheiro;
  • Espaço para estacionar o carro.

Procura um lugar para relaxar e desligar os motores? Então entre em contato com eles pelo site,

Vida noturna

Eu moro em São Paulo, então estou acostumada com uma vida noturna mais agitada, com vários locais abertos 24h, desde restaurantes, até farmácias.

Não sei se foi porque eu fui fora de temporada, mas vi muitos locais fechados e realmente fiquei me perguntando como as pessoas sobrevivem e lucram em Punta, com tanto comércio fechado e que só abre em temporada.

Como toda boa imersão cultural inclui uma baladinha local, eu não pude deixar de ir numa. Acho que a balada se chamava Gava, mas deveria ser “balada da bota”, pois todas as meninas estavam de bota ou tênis (e estava calor). Eu demorei, mas entendi o motivo para os pés cobertos: as pessoas ficam muito “alegres” na balada e começam a derrubar copos (de vidro! Que balada fornece copo de vidro?) e garrafas no chão! Resultado: você, que vai de sapatilha ou sandália pra balada, sairá de lá com o pé todo cortado…como eu.

Uma coisa é fato: o DJ de lá era muito bom!!!

Aliás, eu queria agradecer às melhores companhias de balada que eu já tive!! Estávamos em 12 pessoas e eu nunca vi um pessoal tão divertido, tranquilo e com uma energia tão boa numa balada.

(SIM, gente…eu fui de óculos para a balada!!! Sou muito cega sem óculos e balada não estava nos meus planos, então fui pega de surpresa mesmo…mas quem vai só para dançar não liga pra isso, né?)

Uma balada muito gostosinha e que recomendo é a OVO Beach Club, que fica dentro das instalações do Enjoy (antigo Conrad) e você pode emendar a balada com o cassino.

Alerta da SIS: como todos sabem, no Uruguai a maconha é legalizada. Por isso, as baladas contam com fumódromos bem amplos. Eu não fumo (nem cigarro, nem maconha. Sou careta mesmo… Fique tranquila, mãe!), mas tenho amigos que fumam e conheci uruguaios que também fumam. Eu tinha um certo trauma, pois, no Brasil, eu já perdi “amizades” por recusar maconha e etc, mas os uruguaios são uns amores! Eles realmente me ofereceram maconha, mas quando eu disse que não fumo, eles não insistiram e continuaram conversando comigo normalmente! Não me trataram como “a estranha do rolê”.

Transporte

O transporte em Punta não é dos melhores: eu só vi Táxi ao redor do Enjoy e Uber, pelo que eu entendi, ainda não está 100% aceito na região (ou o motorista que me explicou errado, não sei…). Ônibus eu quase não vi e, quando vi, eram os turísticos.

Eu recomendo que você alugue um carro. A cidade é muito grande e as coisas ficam muito distantes umas das outras! Sem carro você ficará “refém” de táxi (quando encontrar) e de Uber (que eu não achei tão barato, para ser bem sincera). Então, alugue um carro, mesmo se estiver viajando sozinha, assim você terá a sua liberdade de locomoção preservada e poderá fazer o que quiser, na hora que quiser.

As ruas são super largas, não têm ladeiras, nem lombadas, então a direção fica bem tranquila.

Onde ir

La Mano

O monumento “La Mano” (também chamado de “Los Dedos”, “Hombre Emergiendo a la Vida” ou “Monumento al Ahogado“) é uma escultura, do artistas Mario Irarrázabal, de cinco dedos parcialmente enterrados na areia e que se tornou um símbolo de Punta del Este.

Casapueblo

Casapueblo é uma cidadela planejada e construída pelo artista Carlos Páez Vilaró e, atualmente, conta com um museu, uma galeria de arte e um hotel. Tudo isso dentro de uma estrutura que é uma verdadeira obra de arte.

Assim como o monumento “La Mano”, Casapueblo se tornou um grande símbolo da cidade de Punta e é ponto obrigatório para todos que vão até o balneário, pois possui o pôr-do-sol mais lindo que já vi em toda a minha vida.

Se você não quiser entrar na Casapueblo, pode ficar do lado de fora apreciando o pôr-do-sol de lá mesmo, pois o mesmo áudio de Vilaró recitando o seu poema “Cerimonia del Sol” é transmitido do lado de fora para que todos possam desfrutar dessa experiência única, mas eu recomendo que você entre e vá até a cafeteria que há lá dentro para pedir um Submarino (chocolate quente com chocolate derretido dentro). Você desfrutará do mesmo ponto de vista do pôr-do-sol que Vilaró desfrutou e se inspirou por tantos anos.

Enjoy Punta del Este Resort & Casino (Antigo Conrad Resort & Casino)

Hotel, casino, balada, spa e restaurante, o complexo Enjoy fornece entretenimento garantido para toda a família.

O Casino é lindo. Eu nunca tinha ido a um casino (não tinha idade para isso…) e não sou muito fã de jogos, mas o Enjoy foi uma experiência incrível e que quero repetir.

Fundación Pablo Atchugarry

Minha professora da época de colégio, Prof. Maria Gloria, me levou para conhecer a Fundação Pablo Atchugarry, que é uma fundação criada para promover as artes visuais, literatura, música, dança e outras formas de expressão. Tentando unir arte e natureza, Pablo Atchugarry planejou um Parque Internacional de Esculturas, com aproximadamente 25 hectares.

O lema de Atchugarry é que “todos nós podemos ser artistas se conservarmos a criança que existe em nós

Eu não pude ver o próprio Pablo Atchugarry em ação, mas tive a honra de entrar no espaço em que suas obras são feitas e pude ver um de seus ajudantes trabalhando. Vi algumas de suas obras, a maioria em mármore, ainda desenhadas e outras já finalizadas, e fiquei impressionada com a leveza que esses artistas conseguem transmitir para algo tão sólido como o mármore.

Ponte Ondulada

A Puente de la Barra é famosa por ser ondulada. Sabe aquela sensação de borboletas na barriga? É exatamente isso que você sente ao atravessar essa ponte de carro. Ela que dá acesso ao bairro La Barra.

Porto de Punta del Este

O Puerto de Nuestra Señora de la Candelaria é um grande ponto turístico, não só pelos barcos e iates, mas pelos Lobos Marinhos! Pertinho dali fica a Ilha dos Lobos, uma reserva desses animais super fofinhos e que vão ao porto para tentar lucrar alguns peixes descartados pelos comerciantes locais.

É na região do Porto que fica a parte mais agitada da cidade.

La Vista

Restaurante giratório 360°, no La Vista você poderá curtir uma vista panorâmica de Punta del Este, enquanto almoça ou janta.

De brinde, na entrada do restaurante, ainda no térreo, tem o Homem Aranha, Transformers e outras esculturas para tirar qualquer criança (ou adulto…) do sério.

Playa Brava

Praia banhada pelo oceano, com águas mais claras e mais ondas (o nome “Praia Brava” vem das águas mais agitadas).

A parte mais movimentada de Punta fica nessa praia, além do monumento “La Mano” e é onde os surfistas aproveitam para pegar umas ondinhas.

Playa Mansa

Praia banhada pelo Rio de la Plata (Rio da Prata), com águas mais escuras e ondas mais fracas (por isso o “mansa” no nome).

É na Parada 5 da “Praia Mansa” que fica o Enjoy (antigo Conrad).

La Barra

É uma antiga cidade de pescadores, que se tornou um dos lugares favoritos dos turistas, não só pelo acesso pela Ponte Ondulada, mas também pelos restaurantes, casas de artes e antiguidades, além das praias mais tranquilas.

Para quem gosta de Stand Up Paddle – SUP, não deixe de parar numa praia que tem logo após atravessar a ponte ondulada (sentido La Barra), pouco antes de chegar à praia de mesmo nome, pois há uma praia deliciosa e pouco movimentada, com pranchas e caiaques disponíveis para aluguel. Fica bem na união do mar com o Arroyo Maldonado.

Punta Ballena

É em Punta Ballena que fica a Casapueblo, de onde você poderá apreciar a vista da Baía de Maldonado e do Porto.

Piriápolis

Aproveite que Piriápolis fica bem pertinho de Punta e não deixe de conhecer essa cidadezinha tão linda e cheia de misticismo. Fundada por um alquimista, Francisco Piria, a cidade conta com uma paisagem exuberante e que justifica toda a magia que sentimos quando estamos lá.

O Castillo de Piria, castelo que o fundador de Piriapolis construiu para si, é lindo e vale uma parada. A paisagem ao redor do castelo é incrível e a arquitetura do local é diferente de tudo. Até quem estava no tour comigo, e não ligava muito para paisagem e arquitetura, se impressionou com a beleza do local.

E, por favor, caminhe pela Rambla de los Argentinos, um calçadão (rambla) em frente ao Hotel Los Argentinos. Vale muito a pena ir sozinha, com a sua família, com o crush…só não deixe de ir!

Tem também o Cerro San Antonio, o morro de Santo Antônio, onde você poderá passear de teleférico e apreciar uma vista panorâmica inigualável, além de fazer altas promessas para desencalhar ou desencalhar a amiguinha (pode me incluir na listinha das suas próximas promessas para arrumar um boy para as amiguinhas, ok?)

Colonia del Sacramento

Cidade com seu centro histórico reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, às margens do Rio da Prata, das margens de Colonia é possível avistar Buenos Aires do outro lado do rio. A cidade lembra muito Paraty-RJ. Você viaja pelo tempo enquanto anda pelas ruas de lá.

Em Colonia tivemos uma recepção com a presença do Intendente (equivalente ao que conhecemos por Governador), o Dr. Carlos Moreira, com música típica da região e menu preparado pela escola de gastronomia local.

Lá, respiramos história a cada esquina (literalmente).

Isso é o que eu mais amo em viajar: viver a história do local! Isso não tem preço.

Ah, já posso voltar?

#PayMyTherapy

#PayMyCaipirinha

#SISdePassagem

3 comentários sobre “Uruguai – Punta del Este

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s