Igualdade

Hello crianças, I’m back!

Eu sei que sentiram minha falta, mas sabem como é a vida não é mesmo?

Estava aqui pensando em falar de uns assuntos bem levinhos, fazer vocês darem umas risadas, falar de uns troços misteriosos, inserir o vírus da curiosidade e indagação, porque eu sou dessas, mas aí a boss me deu a sugestão:

POR QUE VOCÊ NÃO FALA DE ALGO QUE TODO MUNDO GOSTA E TODO MUNDO QUER?

Pensei: Será que ela está falando de Jamie?

Porque sou bem respeitosa, não gosto de ficar falando do marido de outra assim, a mulher dele é bem ciumenta… Ou será que está falando de Bolinho Harry Potter Heughan? Porque eu não gosto de falar do homem de outra, a mulher dele é BEEEEEEM CIUMENTA e a gente respeita a coleguinha.

Screen Shot 2018-01-14 at 22.43.48

Ou será que estava falando de…

– DINHEIRO!

Hummm, dinheiro! Obrigada estagiária, vai ver ela tava pensando nisso mesmo.

YESSSSSSSS BORA FALAR DE MONEY.

QUEM NÃO GOSTA, NÉ NOM?

Dinheiro… tem tanta coisa que posso abordar sobre … quer dizer, dinheiro me lembra comprar, gastar, viajar, me lembra gente rica, que me lembra gente muito rica, que me lembra que não sou essa pessoa, gente rica me lembra a família real (Porque né…), que me faz lembrar de The Crown, que me faz lembrar que eu estou puta da cara com raiva da Netflix.

angry.gif

Estagiária, me traz um café, já sei qual é o assunto que vou abordar.

Tema de hoje: Salário

Ok, queria dizer que lembrar de The Crown me deixou um pouco irritada. Aí você se pergunta: Ué, a série é ruim? HELL NO!

Para quem não conhece (você existe?) a série retrata a vida da rainha Elizabeth II, desde seu casamento até seus 10 anos de governo (esses são os acontecimentos até o momento em que este texto foi escrito).

Sim, ela é maravilhosa, elegante, muito bem dirigida, muito bem produzida, atuada e eu vou continuar elogiando se deixaram, porque merece.

Antes da compra da Amazon pelos direitos de Senhor dos Anéis, ela era a série mais cara a ser produzida (US$ 124 milhões ou R$ 400 milhões). Tudo é muito parecido com o original, principalmente o figurino (só a réplica do vestido de casamento custou uma fortuna – £30 mil ou R$ 121 mil).

Então, você pode vir com uma outra pergunta: Se a série é tão boa assim, por que diabos você está tão irritada?

Bem, a vida estava linda, bela… bom, não tão bela assim, porque ainda não me recuperei da saída de Claire Foy do papel de Elizabeth – ela e todo o elenco só foram contratados para, no máximo, 2 temporadas – e então, há duas semanas, temos o baque de uma informação cuja dualidade de ser corriqueira e incômoda nos assombra DE NOVO!

OS PRODUTORES REVELARAM QUE CLAIRE FOY RECEBEU MENOS DO QUE SEU CO-STAR.

original

A desculpa que foi dada para a protagonista real da série receber salário menor foi o currículo de seu colega de elenco.

Por mais que Matt Smith faça o papel do duque de Edimburgo, a série é sobre a coroa e a vida dela, tudo gira em torno dela, nada mais justo que ela receba mais que todo mundo. – fonte Omelete.

The-Crown-gif.gif

Essa seria a coisa LÓGICA, mas o mundo está sempre ao contrário. Mais uma vez estamos falando de diferença desigualdade salarial em pleno século XXI.

É cansativo, repetitivo e desgastante debater sobre isso, de novo, de novo e de novo e as coisas simplesmente NÃO MUDAM!

Quantas desculpas são necessárias para que as pessoas entendam que são apenas justificativas para a desvalorização?

Essa não é a primeira vez em que a Netflix é envolvida nesse problema. Em 2016, Robin Wright deu uma entrevista em que falava publicamente que não recebia o mesmo salário que seu Co-Star, Kevin Spacey, por House Of Cards.

Kevin entrou para lista dos atores mais bem pagos da TV por ganhar 500 mil dólares por episódio e mesmo ela tendo ganhado o Globo de Ouro pelo papel antes dele, ainda assim recebeu 80 mil dólares a menos por episódio.

Época – Claire brigou para ter salario igual

Mesmo depois de ter ido a público, dado essa declaração, ter renegociado seu salário, e após uma crítica popular massiva, Robin descobriu mais tarde que fora enganada.

Sim, seu salário aumentou, sua personagem tinha muito mais popularidade do que o papel de Kevin, mas ainda assim, ela recebeu menos do que ele. Não houveram desculpas dessa vez. A Netflix simplesmente não respondeu.

Não sei se eu acredito em carma, mas atualmente House of Cards sobrevive por causa de Claire Underwood, personagem de Robin, já que Kevin foi demitido da produção por assédio a um menor – e mais trocentas pessoas, em sua maioria homens, até porque, assédio não tem gênero, não é mesmo?

E como protagonista absoluta, as negociações devem ter sido, no mínimo, interessantes.

giphy.gif

Falando em Kevin Spacey e sua demissão em massa de produções em decorrência às acusações – admitidas – de assédio sexual, outro caso chamou atenção da imprensa mostrando como o machismo impera Hollywood.

Ao ser retirado do longa Todo o Dinheiro do Mundo, já com a pré-produção finalizada, e substituído pelo ator Christopher Plummer, Ridley Scott que era o diretor teve que regravar as cenas, o que, obrigatoriamente, trazia de volta os atores participantes delas: Michelle Williams e Mark Wahlberg.

Nada demais, até porque faz parte do trabalho ter que regravar algumas cenas, acontece com frequência – não pelos motivos já apresentados, mas vocês entenderam.

O problema foi que Michelle recebeu 80 dólares por dia de filmagem, o que no total não chegou a 1.000 dólares, mas o seu companheiro de filmagem recebeu no total míseros UM MILHÃO E MEIO DE DÓLARES.

Não, você não leu errado. Ambos voltaram para regravar as mesmas cenas e ele recebeu $ 1.499.000,00 A MAIS DO QUE A COLEGA QUE FOI FAZER O MESMO TRABALHO! Muito criticado, Ridley disse apenas que Mark renegociou depois sua participação e por isso houve uma discrepância.

Já que estamos falando de Mark Wahlberg, ele foi o ator mais bem pago do ano de 2017.

Screen Shot 2018-04-01 at 23.19.14.png

Meus parabéns, querido! Well Done! É sempre uma conquista entrar na lista dos mais bem pagos, encabeçá-la então, é realmente um privilégio.

68 milhões de dólares não é pra qualquer um. Aí, bateu a curiosidade? Vocês me conhecem, preciso saber do maior número de acontecimentos inúteis (ou não) e fui olhar a lista inteira. Segue a lista:

Exame Abril – Atores mais bem pagos

Então, basicamente o ator mais bem pago recebeu 68 Milhões e o menos bem pago da lista recebeu 13 milhões. Certo, agora, olhando para a outra perspectiva, vamos olhar a lista das atrizes mais bem pagas do mesmo ano:

Screen Shot 2018-04-01 at 23.20.39

Exame Abril – Atrizes mais bem pagas

Então, a atriz mais bem paga de Hollywood em 2017 foi Emma Stone com $26 milhões de dólares. O engraçado é que ela se tornou a mais bem paga por causa de La La Land, ganhou todos os prêmios da academia – o que teoricamente faz com que seu salário aumente significativamente.

Mas Ryan Gosling, seu co star NO MESMO FILME recebeu 29 Milhões e não recebeu prêmio algum pelo papel. Acho que tem algo de errado nesses cálculos.

giphy (3).gif

Como se não bastasse as mulheres ganharem menos, temos outro problema aqui: NÃO SER CAUCASIANA!

Sim, porque se você, mulher, não for branca, estatisticamente vai receber menos do que quem JÁ RECEBE MENOS.

Isso não é piada, é real, doloroso e inaceitável. Essa realidade, abordada por Octávia Spencer mostra o quanto as segregações são cruéis e esmagadoras.

Como já citado assim, temos uma outra questão: mulheres ganham menos na maioria das vezes, independente de protagonismo ou não, mas também existe no quesito contrato, principalmente das séries, o problema do SALÁRIO POR EPISÓDIO, ou seja, se você negociou para receber 100 reais, independe de quantas cenas você faça, uma ou vinte, ainda receberá R$100,00.

Se Ellen Pompeo estivesse em 70% das cenas da 1 temporada de Grey’s Anatomy, ela ainda receberia menos do que Patrick.

Há séries que pagam igualmente – o que é uma raridade – algumas listas colocam Caitriona e Sam como os atores mais bem pagos da Starz recebendo 100 mil cada por episódio, isso significa que, se qualquer um deles tiver mais cenas do que o outro, não faz diferença, eles vão ganhar a mesma coisa. Justo não é, mas dentro do quadro de discrepância, isso é o de menos.

WhatsApp Image 2018-04-01 at 23.37.48.jpeg

Hollywood é apenas um exemplo de como o mundo funciona. Isso não é a exceção, é a regra. Atualmente as mulheres estudam mais, tem mais graduações, pós, mestrado, doutorado, especializações e ainda assim ganham menos do que o devido.

Basicamente a regra é o seguinte: Se você tiver um bom currículo, seu salário pode ser tanto. Se você não tiver um pênis, você receberá um terço a menos – no mínimo – do que se você tivesse e caso dê o “azar” de não ser branca, o máximo que pode receber é a metade de quem não tem um pênis recebe. Não me parece muito justo.

Recentemente um vídeo foi lançado para mostrar como crianças reagem ao sexismo, a desigualdade e o machismo. Como eles lidam com a inferiorização de alguém por causa de seu gênero. O resultado é esse:

Vivemos numa sociedade corrompida pelo complexo de superioridade e a necessidade de demonstração de poder.

Isso não é um texto de ódio aos homens e suas conquistas, isso é apenas para mostrar que, não importa o que façamos, se trabalhamos mais ou menos que vocês – homens – ainda não receberemos igual por uma questão única e exclusiva chamada de: sistema.

Então quando perceber que existem movimentos em que as pessoas estão pedindo o direito a igualdade, não trate como retrocesso, não aja com desprezo e tenha em mente que não queremos privilégios, queremos o que nos deveria ser dado naturalmente, porque isso é o correto.

Sim, é um caminho longo, mas passível de mudança. Um dia de cada vez, um passo à frente do outro, é assim que mudamos o mundo

27485159_1730639223655314_1496802099_o

 

#PayMyTherapy

#PayMCaipririnha

cropped-cropped-25035262_1679610975424806_2094327659_o

#MeninaDePatins

giphy (2)

Anúncios

6 comentários sobre “Igualdade

  1. Adorei o texto de hoje! Não que eu não goste dos outros mas esse foi muito pertinente e importande de ser comentado. Nós (todas as pessoas) precisamos estar mais atentos a isso pois só assim poderemos fazer algo sobre. Amei o vídeo das crianças, tão verdadeiras e certas. Enfim parabéns por esse esclarecimento.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s