Britannia

Olá SISters!

Sentiram minha falta? Eu espero que sim.

Por favor, entendam minha ausência, não revelarei minhas outras funções aqui no SIS, mas saibam que são muitas e sou muito requisitada (ata).

No Clube do Tobias levamos um tempo para conseguirmos discutir nossos temas, pois geralmente são densos e muito longos, perdoem.

Como vocês sabem, tecnologia não é o forte do nosso clube, demoramos uma semana só para conseguir achar onde assistir nosso tema, então não exijam muito quando o assunto envolve internet.

Para escrever a coluna de hoje tive que ir para terras muito distantes e tempos longínquos…

DUJ4oVdXcAEvmWa

Mas calma, não vamos para Craigh na Dun, nem para a Escócia do século XVIII.
Nós vamos para as ilhas britânicas e o século correto é o I D.C. ou seja, um pouco antes da história que você estava pensando.

Está ansiosa?
Prepara o chá que estamos chegando em nossa recomendação da semana!

tumblr_n8l0axNWiD1sy3b1jo1_500

Ano: 43 D.C. – auge de expansão do Império Romano, também auge da cultura celta nas ilhas britânicas.

Os romanos decidem voltar para dominar essas ilhas mitológicas de uma vez por todas, afinal eles precisavam de mais escravos e recursos para sustentar a estrutura suntuosa do Império (o que foi um dos motivos que causaram a sua derrocada aproximadamente 400 anos depois).

As ilhas britânicas eram fontes de mitos e lendas sobre suas riquezas minerais e isso, por si só, já era tentação suficiente para querer conquistá-las, imagina se é para aumentar um império? Apesar dos celtas oferecerem resistência, era impossível resistir ao aparato de guerra desenvolvido pelos romanos.

Eles dominaram as ilhas, claro, e construíram aquedutos, banhos, estradas e muralhas que podem ser vistas até hoje.

muralha de adriano
Muralha de Adriano

Esse período é bem interessante. Você quer saber mais? Ótimo, minhas recomendações da semana abordam essa época!

A primeira é uma série, lançada esse ano, que será exibida aqui no Brasil pelo canal Fox Premium 2 a partir do dia 1º de abril (não é mentira não e pode ou não haver legendas pornô), e já está disponível em streaming em alguns sites ilícitos que não posso citar aqui.

Vou falar sobre Britannia

A série apesar de ser baseada em fatos reais, possui personagens fictícios, até porque não temos tantos registros assim sobre os celtas, pois eles não registravam sua história com palavras, apenas de forma oral.

Britannia se passa em 43 D.C. e conta a história de rivalidade entre duas tribos e como se não bastasse isso, o Império Romano chega para colocar mais fogo nesse incêndio.

Já deu para perceber que a série é recheada de mulheres fortes e histórias incríveis.

Estrelada por Kelly Reilly a série mostra magia, intriga, violência e a luta pela defesa da sua terra. Ou seja, a receita perfeita para te envolver nesse drama.

britannia-serie

Você está com a impressão de dejà vu?
Sim você viu Kelly Reilly na coluna passada. Ela interpreta Caroline Bingley no filme Orgulho e Preconceito (2005).

caroline bingley

Em Britannia, ela é Kerra, filha de um líder de uma das duas principais tribos. Ela é arqueira, ela é forte, ela é inteligente, mas ela é, acima de tudo humana.

E como todo ser humano também tem seus defeitos, cometeu seus erros e tem sua parcela de culpa no que acontece no decorrer da série. Seria ela uma espécie de Claire Celta?

NÃO VOU DAR SPOILERS.

A outra personagem muito interessante é Cait, (calma, não estamos falando da my amigo de Sam) e ela pertence à tribo que o pai de Kerra lidera. Acontecem várias coisas que são responsáveis por moldar a mulher que ela está começando a se tornar. Cait tem um grande futuro pela frente, e isso é tudo o que posso dizer.

cait britannia

Outra personagem que eu gosto muito é Antedia, rainha da tribo rival, podemos dizer que ela é uma mãe “coruja” e que fará de tudo para vingar seu filho (não posso dizer porquê…)

antedia britannia

Faixa Bônus.

Lembra-se do Conde Saint-Germain? Sim, Stanley Weber também está em Britannia.

 

É ele sim, pode acreditar.

Então é isso, não quero dar muitos spoilers mas se você gosta das cenas mais complexas de Outlander, com certeza vai gostar muito de Britannia.

É uma série muito interessante para mostrar o “choque de cultura” entre os Romanos vs. Celtas e conhecer um pouco mais da história dessas ilhas tão especiais. Também é muito importante entender os métodos de conquistas romanos, nesse caso, o famoso dividir para conquistar, o que explica o porque do império ser tão duradouro e poderoso.

Esse foi o Clube do Tobias dessa semana. Torço para que vocês gostem!
Sugestões e comentários são muito bem-vindos para nossas próximas colunas!

Au revoir!

 

 

#PayMyTherapy

#PayMyCaipirinha

cropped-logo-sis.png

#ClubedoTobias

 

How u doin?

12 comentários sobre “Britannia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s